rioecultura rioecultura
Facebook Twitter Pinterest Picasa Instagram
EXPOSIÇÕES EVENTOS LOCAIS CULTURAIS COLUNISTAS ARTIGOS MATÉRIAS NOTÍCIAS INSTITUCIONAL COLABORADORES CONTATO
TRANSLATE THIS WEBSITE
COLUNA PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Leonardo Ladeira ladleo@gmail.com
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Pão de Açúcar, bucolismo ou o bairro onde mora o Rei Roberto Carlos. Essas associações são frequentemente feitas quando se fala na Urca.

Mas o pequeno bairro carioca de um quilômetro quadrado de extensão é bem mais do que isso. No final da década de 1930 e início da década seguinte, a Urca passou a ser conhecida como o bairro dos ‘simpáticos bungalows à beira-mar’ e hoje se caracteriza como um mosaico de estilos arquitetônicos.

Um passeio por suas ruas aprazíveis pode revelar ao visitante surpresas e descobertas. São chalés, casarões e exemplares de estilos diversos, do neoclássico ao moderno.

Programe seu passeio à Urca e tenha olhos de ver! Vamos conhecer hoje um pouco desse rico patrimônio arquitetônico do bairro.

NEOCLÁSSICO
---------------------------------------------------

Instituto Benjamin Constant
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

O Instituto Benjamin Constant foi criado pelo Imperador D.Pedro II, tendo sido inaugurado no dia 17 de setembro de 1854, com o solene nome de Imperial Instituto dos Meninos Cegos. É uma construção de grande porte, com imensas colunas jônicas no pórtico e frontaria imponente. Durante o período de construção, teve, como diretor, o positivista Benjamin Constant. Em sua homenagem, a instituição passou a ter, após a República, a atual denominação, funcionando até hoje no mesmo local como uma importante escola para deficientes visuais.
Avenida Pasteur, 350 / 368

Palácio Universitário (Fórum de Ciência e Cultura – UFRJ)
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Inaugurado pelo Imperador D.Pedro II em 1852, como Hospício de Pedro II (depois Hospício Nacional dos Alienados).
Avenida Pasteur, 250
Veja a matéria específica sobre o Palácio Universitário, clique aqui.

Fundação José Bonifácio
Grande sobrado em estilo neoclássico vernacular, com telhas de faiança portuguesa pintada a mão. Foi erguido no terceiro quartel do século XIX, sendo reformado em 1900. Fica ao lado do que foi o antigo Hospício de D. Pedro II. Quando da instalação da Universidade do Brasil, na década de 50, ali funcionou sua gráfica. O casarão foi tombado pelo IPHAN em 1990.
Avenida Pasteur, 280.

NEOCOLONIAL
---------------------------------------------------

Igreja de Nossa Senhora do Brasil
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Construída a partir de 1929 em estilo neocolonial (projeto do arquiteto Frederico Faro Filho), a pequena Igreja de N.S.do Brasil apresenta traços da arte mexicana, como a decoração da torre sineira e do frontão. A igreja possui interior simples, nave única e poucos ornatos nas paredes, onde domina a superfície pintada em branco. É a igreja preferida do cantor Roberto Carlos, seu notório vizinho. Ali foram realizadas as missas de sétimo dia de Maria Rita e Lady Laura, respectivamente mulher e mãe do cantor.
Av.Portugal, 772.

Escola Municipal Minas Gerais
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

A Escola Municipal Minas Gerais ocupa o que sobrou do muito modificado Pavilhão de Minas Gerais, construído em 1907/8 para a grande Exposição Nacional de 1908 na Praia Vermelha. Após o evento, o Pavilhão foi parcialmente demolido, sendo o pavimento térreo, que era mais bem construído, convertido em 1922 numa escola para crianças excepcionais. Em 1933 passou a ter o uso atual. Em seu interior, há um painel da década de 50, com 91 azulejos, representando a Pomba da Paz, de autoria de Pablo Picasso (1881-1973). A Escola Minas Gerais é tombada desde 1990.
Avenida Pasteur, 433.

Outros exemplares:
• Escola Municipal Gabriela Mistral - Praça General Tibúrcio, 145. Praia Vermelha.
• Casas à Av. João Luiz Alves, 112, 212 e 342
• Casa à Rua Almirante Gomes Pereira, 94
• Casa à Rua Ramon Franco, 87
• Casa à Rua Cândido Gaffrée, 55
• Casas à Av.Portugal, 466 e 716
• Círculo Militar da Praia Vermelha

ECLÉTICO
---------------------------------------------------

Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) - Museu de Ciências da Terra
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Funcionou como Palácio dos Estados na Exposição Nacional de 1908, realizada no bairro em comemoração ao Centenário da Abertura dos Portos.
Avenida Pasteur, 404
Aguarde a matéria específica sobre esse edifício que faremos em breve aqui na coluna!

Cassino da Urca
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Prédio construído em estilo eclético, pelos arquitetos Archimedes Memória e Francisco Couchet. Abrigou inicialmente o Hotel Balneário.
Avenida João Luiz Alves nº 13.
Veja a matéria sobre o Cassino da Urca, Clique aqui

Castelinho da Urca
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Construído em estilo neo-normando, é um marco no bairro. É conhecido como “castelinho” por causa de sua torre.
Av.São Sebastião, 12.

Outros exemplares:
• Casas à Rua Urbano Santos, 13/15/17
• Casa à Rua Urbano Santos, 22
• Casa à Av.João Luiz Alves, 154
• Casa à Av.São Sebastião, 280
• Prédio à Rua Cândido Gaffrée, 119

ART DÉCO
---------------------------------------------------

Residência Adolfo Basbaum
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

De propriedade original de Adolfo Basbaum, essa sofisticada casa foi projetada em 1939, pelo Escritório Penna & França. Destacam-se o amplo terraço aerodinâmico sustentado por duas colunas em relevo e um volume prismático afrancesado e ricamente decorado. Também chamam a atenção o portão e o muro em ferro batido e as sancas. A mansão foi usada como fachada para a clínica do seriado “Mulher”, exibido pela TV Globo em 1998 e 1999. Hoje funciona ali um escritório de arquitetura.
Rua Urbano dos Santos, 26.

Ed.Urca
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Construído em 1934 de frente para a Praia da Urca, o edifício possui um letreiro com grafia típica do Art Déco. O portão de ferro tem motivos marinhos estilizados, como peixes, caracóis, cavalos-marinhos, algas e bolhas de ar. O acesso original se dá por uma portada em granito preto, ladeada por duas colunas lisas encimadas por luminárias no lugar de capitéis.
Av.Portugal, 986.

Outros exemplares:
• Ed.Sabará – Av.João Luiz Alves, 136.
• Ed.Curitiba – Av.Portugal, 502

MODERNA
---------------------------------------------------

Residência na Rua Urbano Santos
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Projetada por Firmino Saldanha em 1955, essa grande casa urbana tem fachada unitária, com uma janela em longuer, sobreposto a um falso pilotis envidraçado. Segundo o Guia da Arquitetura Moderna no Rio de Janeiro, “Os elementos formais e o apuro da execução conferem grande qualidade ao imóvel”.
Rua Urbano Santos, 50.

Ed. Pasteur
rioecultura : Bairro da Urca : Coluna Patrimônio Histórico

Um exemplar de elegante intervenção do arquiteto Oscar Niemeyer em um continuum edificado. A dupla de portas de correr e bandeiras em continuidade, separadas por lajes-brises, dão destaque ao edifício. A intenção de leveza é ressaltada pela balaustrada moderna e transparente. Neste prédio viveu durante alguns anos o presidente Juscelino Kubitschek.
Av.Pasteur, 162.

Por Leo Ladeira

Veja abaixo um ensaio fotográfico com mais construções da Urca:



Fontes de Consulta:
• Guia da Arquitetura Art Deco no Rio de Janeiro. Organizado por Jorge Czajkowski, Centro de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro / Prefeitura do Rio de Janeiro. 2000.
• Guia da Arquitetura Moderna no Rio de Janeiro. Organizado por Jorge Czajkowski, Centro de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro / Prefeitura do Rio de Janeiro. 2000.
• Guia da Arquitetura Eclética no Rio de Janeiro. Organizado por Jorge Czajkowski, Centro de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro / Prefeitura do Rio de Janeiro. 2000.
• Roteiro Cultural – Urca. Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro / Riotur.
• Guia Michelin Rio de Janeiro.
• Site oficial do Instituto Benjamin Constant
• Site oficial do Museu de Ciências da Terra
• Site Urca.net
• Inventário Arquitetônico do Município do Rio de Janeiro Neocolonial. Francisco Salvador Veríssimo e William Seba Mallmann Bittar. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ (FAU-UFRJ) – 1983
• Site SkyscraperCity / Foto Osmar Carioca
compartilhe subir a página
Postagens

Julio Biar [MPB]

Leo Ladeira [Patrimônio Histórico]

Marcelo Aouila [Teatro]

Seu nome:

Comentário:

Observação:
Verifique o texto antes de enviá-lo, pois não será possível modificá-lo ou apagá-lo após o registro.

ATENÇÃO: O seu comentário não será postado automaticamente. Ele passará por uma aprovação antes de ser publicado.



Seja o primeiro a comentar!
Escreva ao lado sua opinião.

Dados do(a) amigo(a):
Nome:
E-mail:
Mensagem:

Seus dados:
Seu nome:
Seu e-mail:
  voltarsubir
© Copyright 2008-2013 Rio&Cultura
SIMETRIA Arte e Comunicação desenvolve este site

Clicky Web Analytics
Rio&Cultura